e-sic

 

 

Curso de Graduação
Engenharia de Petróleo

Apresentação:
Este curso será oferecido por meio de uma parceria estabelecida entre a Escola Politécnica, a COPPE e a Escola de Química da UFRJ, que são responsáveis pela excelência acadêmica da UFRJ nessa área.

O curso de graduação em Engenharia de Petróleo é o primeiro curso de graduação nesta área oferecido na cidade do Rio de Janeiro e o segundo oferecido no Estado.

Atualmente o Estado do Rio de Janeiro concentra a maior produção de Petróleo no Brasil, o que corresponde a cerca de 70% do total. A partir da lei que flexibilizou o monopólio da Petrobras no setor upstream e da criação do escritório central da Agência Nacional do Petróleo, ANP, a cidade do Rio de Janeiro tornou-se a capital brasileira do Petróleo, com grande número de empresas transnacionais instaladas.

O Engenheiro de Petróleo formado pela Politécnica da UFRJ estará capacitado para trabalhar em todos os ramos relacionados à indústria de petróleo, bem como integrar equipes multidisciplinares responsáveis pelo projeto e desenvolvimento de campos de petróleo.

Uma recente pesquisa, patrocinada pela ONIP – Organização Nacional da Indústria de Petróleo –, mostrou que, até 2005, as empresas de exploração de petróleo terão uma demanda de 1.500 engenheiros com especialidade em Engenharia de Petróleo.

O graduado em Engenharia de Petróleo pela Escola Politécnica da UFRJ estará apto trabalhar em todos os ramos relacionados à indústria de petróleo, particularmente nos relacionados a exploração e produção, bem como a integrar equipes multidisciplinares responsáveis pelo projeto e desenvolvimento de campos de petróleo em geral e no mar, em particular.

A profissão do Engenheiro de Petróleo é reconhecida pelo CONFEA – Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – na sua Resolução nº 218, de 29 de junho de 1973. O Art. 16 dessa resolução estabelece que o Engenheiro de Petróleo está habilitado a desempenhar todas as 18 atividades estabelecidas para o exercício profissional da engenharia, “referentes a dimensionamento, avaliação e exploração de jazidas petrolíferas, transportes e industrialização do petróleo; seus serviços afins e correlatos”.

A Engenharia de Petróleo pode ser dividida em seis áreas básicas: Engenharia de Reservatórios, Engenharia de Poço/ Perfuração, Engenharia de Poço/ Completação, Processo de Produção, Economia do Petróleo e Tecnologia Offshore.

Engenharia de Reservatórios
Engloba as atividades de determinação das propriedades petrofísicas das rochas reservatório e das propriedades dos fluidos da formação produtora de óleo e gás; estimativa da reserva; acompanhamento, planejamento e desenvolvimento de campos; interpretação de resultados de testes de pressão; simulação e previsão de comportamento de reservatórios de óleo e gás; métodos de recuperação.

Engenharia de Poço/ Perfuração
Contempla as atividades relacionadas ao projeto e perfuração, propriamente dita, do poço que faz a comunicação do reservatório com a superfície. O projeto do poço determina as várias fases de perfuração, envolvendo a seleção da técnica apropriada (para a perfuração, cimentação e revestimento do poço), do tipo de sonda, da unidade de perfuração, dos vários equipamentos (brocas, colunas de perfuração e revestimento, ferramentas de monitoração e controle de trajetória do poço, ferramentas de perfilagem etc.) e dos fluidos de perfuração. No projeto e execução do poço são considerados os fatores econômicos e, principalmente, os aspectos de segurança inerentes à operação.

Engenharia de Poço/Completação
Trata da preparação do poço para produção, envolvendo técnicas de isolamento das zonas produtoras e testes de vazão e pressão do poço. Dependendo-se do potencial produtor do reservatório, vinculado às propriedades petrofísicas da rocha e das propriedades dos fluidos do reservatório, há necessidade da utilização de técnicas de estimulação química (acidificação), mecânica (fraturamento hidráulico) ou químico-mecânica, para se aumentar a produtividade do poço.

Processo de Produção
Envolve o projeto, monitoração e garantia do fluxo de óleo/gás, do reservatório até a superfície, na planta de superfície, e o envio para os sistemas externos de transporte, ou armazenagem. Na linha de produção, estuda-se as propriedades de fluidos e comportamento de fases, fluxo de óleo e/ou gás no reservatório, escoamento multifásico no poço e nos dutos de produção, instalações de produção terrestres e marítimas, separação de óleo, gás e água, métodos de elevação artificial (bombeio de petróleo no caso de poços sem surgência natural), automação e controle de processos, sistemática de projeto de desenvolvimento de campo e gestão de produção.

Economia do Petróleo
Visa entender e diagnosticar a dinâmica de evolução das indústrias de petróleo e gás no Brasil e no Mundo, nas dimensões econômica, tecnológica e institucional. Compreende também o estudo dos instrumentos analíticos necessários para formular políticas e estratégias de ação para as empresas e outras instituições ligadas a estas indústrias. Algumas das competências relacionadas a Economia do Petróleo incluem: administração financeira, administração da produção, gerenciamento de projetos, controle de qualidade, análise de risco, otimização de sistemas.

Tecnologia Offshore
Trata do desenvolvimento de métodos e ferramentas para a definição, caracterização, dimensionamento e avaliação de sistemas flutuantes (navios, plataformas, estruturas oceânicas flutuantes, embarcações especiais, etc.) ou submarinos, utilizados para a exploração e produção de petróleo no mar.

O curso de graduação em Engenharia de Petróleo da Escola Politécnica da UFRJ é composto por disciplinas de formação básica (matemática, física, química e informática), formação geral (metodologia científica, ciências sócias, econômicas e da administração e ciências do ambiente) e formação profissional que envolve conhecimentos politécnicos nas áreas de geo-engenharia de reservatórios, engenharia de poço, processo de produção, tecnologia offshore, economia do petróleo e meio ambiente.

Duração Prevista:
10 períodos

Grade do curso e ementas:
Para conhecer a grade de disciplinas clique aqui

Grades do todos os cursos de graduação:
Para conhecer a grade de disciplinas clique aqui

Coordenador: Prof. Paulo Couto - E-mail: pcouto@poli.ufrj.br
Telefone: (21) 3622-3551 R:209
Secretaria Acadêmica - E-mail: secretaria@poli.ufrj.br
Telefones: (21) 3938-8066/8065

COAA - Comissão de Orientação e Acompanhamento Acadêmico:

COAA ORIENTADORES
Professores: CLAUDIO RICARDO BETTINI
Ilson Paranhos Pasqualino (Presidente) EDUARDO LINHARES QUALHARINI
Alexandre Leiras Gomes JORGE DOS SANTOS
Paulo Couto NELSON VELHO DE CASTRO FARIA
Virgilio José Martins Ferreira Filho RENATO MACHADO COTTA
Representante discente:  VIRGILIO JOSE MARTINS FERREIRA FILHO
Tathiana Carvalho Saraiva  

 

 


 
     Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola Politécnica
     Av. Athos da Silveira Ramos, 149, CT - Bloco A, 2º andar - Cidade Universitária - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
     CEP: 21941-909 - Caixa Postal 68529 - Telefone: + 55 - 21 - 3938-7010 - Fax: + 55 - 21 - 3938-7718
Desenvolvido por STI Poli